Os chatbots e o futuro da pesquisa digital

4 minutos para ler

Um dos desafios de todo gestor é saber qual tipo de pesquisa realizar para gerar subsídios para suas decisões estratégicas. Com as mudanças comportamentais do consumidor, vários setores estão passando por revoluções,  como ocorre com a pesquisa de mercado.

Quando falamos no futuro da pesquisa digital, uma das inovações mais em pauta é a pesquisa conversacional, que usa chatbots para entrevistar pessoas.

Vamos abordar três maneiras de fazer pesquisas, com destaque para a pesquisa conversacional, uma inovação na indústria de insights que já representa o futuro da pesquisa.

Pesquisa Tradicional

As pesquisas tradicionais são feitas de várias formas, entre elas:

Entrevistas Individuais

As entrevistas são realizadas por telefone, Skype ou pessoalmente. O contato direto com o entrevistado permite flexibilidade e adaptabilidade durante a entrevista, com possibilidades de explorar e aprofundar a informação.

Focus Groups

São grupos de 8 a 12 pessoas que são convidadas para debater sobre algum tema que é proposto por um moderador. A conversa é feta de forma livre, e o objetivo é extrair todas as informações possíveis em relação ao tema pesquisado.

Pesquisa Digital

Esse método possibilita que cada pessoa escolha como, quando e por qual canal participar de uma pesquisa, sem a necessidade de um entrevistador. Por isso uma maior facilidade para alcançar o público-alvo e mais velocidade para conseguir as respostas. Além disso, a possibilidade de criar questionários visuais e interativos, 

A digitalização permite ainda realizar pesquisas com custos e tempos reduzidos, uma vez que não há despesas com deslocamento dos profissionais que estariam em campo, requer menor tempo para tratamento do material coletado, tabulação e avaliação dos resultados, por exemplo.

Os tipos de pesquisas online mais comuns são: por e-mail, em que o cliente recebe um link para acessar o questionário de perguntas, ou por SMS, que é outro recurso muito utilizado para o acesso direto pelos smartphones.

Conversacional

Este tipo de pesquisa usa chatbots (com recursos de inteligência artificial) para fazer pesquisas auto-conduzidas, ou seja, é um chatbot que atua como pesquisador no ambiente de chats a exemplo do Messenger (Facebook). Neste caso, o questionário de pesquisa, como em qualquer outra metodologia, pode ter perguntas abertas e fechadas. É possível também usar recursos multimídia, como gifs, imagens, vídeos e áudios.

Sendo assim, em vez de um formulário tradicional onde o os respondentes vão passando pelas questões a serem respondidas, é o chatbot quem faz as perguntas, através de uma conversa por mensagens.

 Vantagens de realizar pesquisas com chatbots

Centenas de milhões de pessoas usam o Facebook Messenger, o WhatsApp e outras plataformas de mensagens para se comunicar diariamente. Outros milhões estão experimentando interações com chatbots nas mais diversas áreas.

Por seu aspecto conversacional, a pesquisa feita com o chatbot deixa os respondentes mais à vontade para se expressar, revelar e dividir insights honestos e poderosos. Isso devido também a pesquisa não ter a formalidade que os formulários de pesquisa digital tradicionais possuem.

Ainda, o acesso às câmeras e microfones dos telefones traz outra perspectiva para as questões abertas, possibilitando registros mais pessoais e espontâneos, enriquecendo o poder qualitativo dos insights e trazendo um novo caráter etnográfico as pesquisa digitais.

Ao usar um chatbot para pesquisas, é possível ter um entrevistador virtual e oferecer uma melhor experiência aos respondentes, uma vez que os aplicativos de mensagem representam um lugar natural para um público que está sempre se comunicando pelo celular. Ainda, o uso de multimídia nestas pesquisas permite aumentar as taxas de resposta, tornando o a pesquisa ainda mais engajadora e eficaz.

Os chatbots já iniciaram mudar o futuro da pesquisa digital. O que você faz ou pretende fazer para entender o que seu cliente pensa sobre a sua marca?

____

Quer saber mais sobre a pesquisa e inovação? Aproveite para assinar a nossa newsletter e ficar por dentro das principais novidades.

Posts relacionados

2 thoughts on “Os chatbots e o futuro da pesquisa digital

Deixe um comentário